‘Poupatempo de Negócios’ dará mais oportunidades em Jundiaí e vai aquecer a economia

A Prefeitura de Jundiaí, através das Unidades de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT) e de Governo e Finanças (UGGF) – lançou na noite desta quinta-feira (13), o portal Jundiaí Empreendedora. O evento teve transmissão ao vivo nas redes sociais da Prefeitura de Jundiaí e da TVTEC e no Canal 24 da NET. O portal foi desenvolvido pela Companhia de Informática de Jundiaí (CIJUN)

A plataforma digital apresenta de forma prática, rápida e simplificada todos os serviços oferecidos pela Prefeitura para o empreendedor, trabalhador, prestador de serviços e empresário. Uma novidade de grande destaque é o eixo chamado “Meu Comércio”, que concentra cadastros e informações sobre os prestadores de serviço, comerciantes e MEIs da cidade, além do conteúdo de qualificação que será ofertado gratuitamente aos interessados. A CIJUN também está oferecendo cursos gratuitos na área de TIC.

“Cidade boa é a cidade que oferece oportunidades de emprego, trabalho e renda para seus moradores, e esse portal vem justamente para fortalecer ainda mais nossa economia.”, observa o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado. “Estamos falando de uma importante ferramenta para o empreendedorismo e mais investimentos para nossa cidade, aproximando população, empresas e poder público.”

“Nosso governo sempre investiu na tecnologia e na desburocratização dos serviços, avançando no conceito de Cidade Inteligente e permitindo que o empreendedor gere mais riqueza para nosso município”, observa o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi. “Desde o início da pandemia temos feito investimentos para mitigar seus efeitos na economia local, como a criação do programa Jundiaí Empreendedora, do qual nasce esse portal. Um portal que vai movimentar a economia local, preservar os empregos e empresas e fomentar negócios.”

Segundo o gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Cristiano Lopes, o espaço “Meu Comércio” vai conectar quem quer comprar com quem quer vender, quem procura um prestador de serviço e quem faz o serviço. “Os prestadores serão divididos por bairros, em categorias para facilitar ainda mais a vida de quem precisa dos serviços. Vamos incentivar o consumo local”, explica o gestor. “O cadastro é rápido, gratuito e simples, com opção do comerciante colocar seu logo e mais cinco fotos do estabelecimento.” O gestor declara que o portal traz facilidades para toda a cadeia produtiva e vai ser uma grande ferramenta de conexão.

O portal disponibilizará ao comerciante, em parceria com o Sebrae, cursos gratuitos de qualificação e incentivará e ensinará ele a ser fornecedor da Prefeitura de Jundiaí, com dicas de como preparar sua empresa para disputar licitações e cadastrar sua empresa no Compre Aberta. (Com informações e foto da PMJ)

Leia mais:

CIJUN terá papel importante no novo Sistema Jundiaí de Inovação


Publicada em

Leia mais sobre , , ,