Novo sistema de análise de projeto começa operar dia 11

O novo Sistema de Aprovação Eletrônica de Projetos de Obras (Saepro) foi lançado nesta sexta-feira (8) no auditório do Paço Municipal lotado. Profissionais da área e entidades de classe estavam presentes, além do prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado e gestores da prefeitura.

O novo sistema entra no ar dia 11 e foi desenvolvido pela CIJUN com um investimento de R$ 1 milhão. O objetivo é dar mais agilidade nos processos de obras e agora será tudo digital.

O presidente da Companhia, Amauri Marquezi, falou do desafio em fazer um sistema personalizado para atender todas as necessidades: dos profissionais ao proprietário da obra. O gestor de Governo e Finanças, José António Parimoschi, comentou sobre a transparência do processo.

O prefeito de Jundiaí elogiou o trabalho da Companhia e a rapidez em que a nova plataforma foi desenvolvida. O diretor técnico da CIJUN, Celso Monteiro, apresentou os detalhes do sistema e tirou as dúvidas de quem estava presente.

Como vai ser

Através do Saepro, são analisados e aprovados processos físicos e digitais pela Divisão de Aprovação de Projetos de Edificações e Urbanização (Dapeu), ligada à Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA). Os públicos-alvo da nova plataforma são engenheiros civis, arquitetos e urbanistas, tecnólogos em construção civil, técnicos em agrimensura e construção civil, escritórios e empresas destes setores e associações das classes profissionais envolvidas.

Antes o sistema não abrangia todos os assuntos relacionados às obras, além de estar numa tecnologia ultrapassada.  As principais vantagens agora serão: abertura de projetos por número de IPTU e INCRA; assinatura eletrônica de documentos; solicitação de habite-se online; plotagem de plantas; acompanhamento real e online de todas as fases de análise do projeto, tanto pelo interessado quanto pelo profissional; comunicação direta através de mensagens entre os departamentos responsáveis pela analise do projeto e o interessado ou profissional; solicitação online de prorrogação de prazo para comunique-se, com possibilidade de envio de recursos; realização de solicitação para 76 assuntos, sendo 7 novos.

Também foi totalmente reestruturado os módulos de análise dos profissionais internos da prefeitura, dando mais agilidade e transparência e modernidade dos processos administrativos de aprovação em obras particulares. Cerca de 40 profissionais da prefeitura já foram treinados para a utilização do novo processo.

Marquezi falou do investimento na ordem de R$ 1 milhão