Wi-fi público, idealizado pela CIJUN, é notícia em Jundiaí

Publicada em 29/07/2019 às 09:29

O projeto Infovia Digital, conduzido pela Companhia de Informática de Jundiaí, integra o Programa de Governo Jundiaí Digital que começou a ser implantado em 2017. O objetivo é levar wi-fi público para toda a cidade. E o avanço já começou: saltou-se de 30 pontos de wi-fi público em 2017 para 57 até o primeiro semestre de 2019. Em 2017, o número de usuários que se utilizou do wi-fi público foi de 237.852 pessoas. Em 2018, esse número chegou a 320.178 e este ano, até junho somou 217.836 pessoas.

Os locais mais acessados são: Terminal Central, Terminal Hortolândia, Centro ( praça/Polytheama/Pinacoteca), Upa Novo Horizonte, Terminal Cecap, Complexo Argos e Paço Municipal. Os últimos locais que receberam wi-fi público foram UBS Guanabara, PA Retiro, UBS Eloy Chaves, UBS Hortolândia, UBS Tamoio, UBS Jardim do Lago,  UBS Agapeama, UBS Colônia, UBS Ivoturucaia e Base Ecológica.

Veja o que já saiu na imprensa de Jundiaí sobre o assunto:

Jornal da Região

Tribuna de Jundiaí

Jornal de Jundiaí Regional

Jundiaí está bem a frente de inúmeras cidades que possuem também projetos de infovia digital. Por aqui,  temos 1 ponto de wi-fi público para cada 7 mil pessoas de Jundiaí.  “Nossa cobertura é grande e eficaz. Isso vem em encontro com a proposta do governo do prefeito Luiz Fernando Machado de ter uma cidade totalmente digital. É para isso que estamos caminhando a passos largos”, acredita o presidente da Companhia, Amauri Marquezi. 

O presidente comenta que além de prédios públicos de Jundiaí com cobertura de wi-fi, como unidades de saúde, escolas e ginásios esportivos, Jundiaí tem wi-fi em bairros como Jardim Fepasa e Jardim São Camilo. “Nesses locais levamos não só internet, mas levamos oportunidade”, comemora.  Além disso, importante ressaltar que velórios municipais, a UPA do Novo Horizonte, a Clínica da Família, os Terminais Urbanos,  parques, praças, Teatro Polytheama e até na base Ecológica na Serra do Japi há hotspot. 

“Wi-fi em locais como UPA, unidades de saúde e velórios, significa acolhimento. Quando temos um problema com um ente querido, podemos nos comunicar facilmente com nossos familiares desses locais. Já os terminais de ônibus, facilita a vida do usuário do transporte público, dá dinamismo, fluidez. ”, conclui. 

Praças, parques, UBS, velórios e terminais urbanos têm wi-fi publico

 

 

 


Link original: https://cijun.sp.gov.br/2019/07/wi-fi-publico-idealizado-pela-cijun-e-noticia-em-jundiai/


Leia mais sobre , , , ,